terça-feira, 28 de dezembro de 2010

A pesca e a vida

Comparo a vida à um pescador, que lança tua rede ao mar, ávido por pescar inúmeros peixes, e este processo será contínuo, sempre a procura de mais presas que alimentarão sua sobrevivência. Nossa vida funciona assim, lançamos nossos corações, procurando incessantemente por amores e correspondências, que instantaneamente se tornariam o sinônimo de felicidade; E o processo assim continua...

(Lucas Mayer)

6 comentários:

  1. uau, começou a semana bem sensivel hein...oq o natal nao faz rs

    ResponderExcluir
  2. ta inspirado em rss ... adorei a comparação tem tudo haver

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito!

    Realmente... A vida é uma busca incessante. E nunca estamos satisfeitos.

    Mas é melhor que seja assim mesmo, acomodar-se é um tanto quanto desesperador, tendo em vista que o mundo não pára.

    Beijos, Luquinhas! SEU CHATO!

    ResponderExcluir
  4. vc ta muito pensador heim meu anjinho

    ResponderExcluir
  5. Sim, a cada dia lançamos a rede em busca de sobreviver. As vezes mais otimistas, mas sempre sabemos que tipo de peixe habita esse mar. As surpresas são raras, e qdo são boas fazem a vida do pescador mais feliz. Mesmo que tal surpresa não seja propicia para aliementar o coração solitário, é sempre algo inesperado que faz a gente acreditar no encantamento da rede no mar...
    (Cel)

    ResponderExcluir
  6. a busca é incessante exatamente pela fugaz sensação de felicidade... torna-se vicioso.. como vc mesmo já diz...
    gostei demais do que escreveu!continuuue sempre amor!
    Ro

    ResponderExcluir